2018 – 2022

header_map

A Associação Lusitânia 100 junta-se a entidades privadas, públicas e individuos comuns para unir Portugal ao Brasil, por via aérea, em 2022, usando uma réplica do Fairey IIID Lusitânia.

Replicando o espírito da viagem de 1922, a viagem servirá o duplo propósito de unir países de língua portuguesa e demonstrar novas tecnologias, promovendo a ciência e a técnica.  Em paralelo serão promovidas acções de divulgação culturais e pedagógicas, para educar e inspirar novas gerações.

O Programa Operacional:

planeamento_macro_transp

O novo avião

O programa operacional prevê o estudo e a realização de duas réplicas voáveis, do hidroavião Fairey III, em duas das suas versões: versão “Transatlântico”, (reproduzindo o “Lusitânia”, único aparelho com esta configuração em toda a série Fairey III), e versão IIID (versão standard, igual ao 3º aparelho da travessia, o “Santa Cruz”, actualmente no Museu de Marinha, em Lisboa).

As réplicas serão construídas usando materiais modernos (por ex., fibra de carbono), e usarão uma propulsão “verde”. Estas tecnologias (e outras) podem ser demonstradas através do voo, emulando também o espírito original de inovação tecnológica da viagem de 1922.

Durante a travessia, a aeronave transportará também algumas experiências cientificas, a serem seleccionadas através de um concurso aberto a equipas de jovens de língua portuguesa.